0
Macumba: Um outro ponto de vista

Os povos Chokwe (tchokwe, Quioco) são uma etnia Bantu que, ao se envolverem historicamente com o antigo reino de Lunda, hoje se encontram desde o nordeste de Angola até ao sul do país. No entanto, também habituam uma parte da República Democrática do Congo e da Zambia.

Os adivinhos, conhecidos como Nganga ou Tahi, geralmente mediam casos tais como, doenças, mortes, infortúnios ou má sorte, impotência ou infertilidade, roubos, etc, através de vários instrumentos religiosos, dentre os quais, o Lipele.

kumba
O Lipele (Cesto de Advinhação)

Práticas de adivinhação são métodos de lidar com o desconhecido, usando poderes espirituais. Os sinais e símbolos utilizados são considerados elementos de comunicação directa com o reino dos espíritos. Entre os Chokwe, a prática de adivinhação ocupa um lugar dominante em suas vidas, através do qual buscam-se formas de entendimento e orientação para lidar com situações de morte, doença, mudança, acidente e até mesmo na tomada de decisões.

O cesto de adivinhação, constitui um dos métodos mais comuns de adivinhação praticado na comunidade Chokwe. A cesta contém variadíssimos objectos simbólicos representativos de possíveis problemas e situações sociais do universo Chokwe. (Metropolitan Museum of Art – Art and Oracle)

O Nganga, para conservar, guardar e transportar, “variadíssimos objectos simbólicos representativos de possíveis problemas e situações sociais do universo Chokwe” , faz uso de um recipiente. Um Balaio. Um cesto grande com tampa, e tipicamente feito de palha.

O Balaio se chama de Kumba ou cumba.

A visão desse recipiente, no meu ponto de vista, provavelmente deu a luz a expressão “bugiganga”, usada pejorativamente para desqualificar a sabedoria do adivinho e desvalorizar a religiosidade de povos africanos, como algo insignificante e de muito pouco valor.

Bugiganga = os buzios do Nganga…Os objetos do adivinho.

O prefixo “Ma”.

O prefixo Ma, e’ usado em diversas línguas do ramo bantu, especialmente na região Congo – Angola, como prefixo de plural.

Ao responder a pergunta de alguém, ou mesmo das autoridades, por exemplo:
“O que levas por ai?”…Os Nganga, responderiam:

“As nossas Macumba! ”… Ou seja, os nossos cestos de adivinhação.
Neste sentido, macumba era/é algo usado para armazenar e transportar o lipele e seus apetrechos.

(A. Kandimba)

Foto: Carlos Barata

Fonte: http://kandimbafilms.blogspot.com.br/

Ilabantu
Your Name Email Website